quinta-feira, 12 de abril de 2012

Domínios Morfoclimáticos e Biomas do Brasil

1) Domínios Morfoclimáticos:

Na Década de 1960, o geógrafo Aziz Nacib Ab'Saber reuniu as principais características do relevo e do clima das regiões brasileiras para formar , com os demais elementos naturais da paisagem, o que chamou de domínios morfoclimáticos e  províncias fitogeográficas do Brasil.

Domínio Amazônico. Caracterizado por relevo de terras baixas, clima equatorial quente e úmido durante todo o ano, pela bacia amazônica e florestas equatoriais. É típico da região Norte.

Domínio do Cerrado. Caracterizado por planaltos com chapadões sedimentares, pela vegetação de cerrados e matas galerias, pelo clima tropical continental com duas estações bem marcadas, uma chuvosa e outra seca, no inverno. é tipico da região Centro-Oeste.

Domínio dos Mares de Morros.  Embora se estenda do sul até o nordeste do país, sua área principal correspondente à região dos planaltos e serras do Sudeste, onde o clima tropical criou áreas mameliformes, que são formas de relevo com elevações arredondadas. a floresta tropical que o recobria encontra-se quase totalmente devastada pelo ser humano.

Domínio da Caatinga. Caracterizado por depressões delimitadas por planaltos ou chapadas, pelo clima semiárido e pela vegetação da caatinga. É típico do sertão nordestino.

Domínio da Araucária. Caracterizado pela floresta de araucária e pelos planaltos do sul do país, de clima subtropical.

Domínio das Pradarias. Típico do estado do Rio Grande do Sul, caracterizado por vegetação rasteira, coxilhas e vegetação herbácea. é também chamado pampa ou campanha gaúcha.

                  Como são formados por fatores naturais e, portanto, não possuem fronteiras exatas, os domínios são separados por áreas de transição, com características comuns a dois ou mais domínios.
                  Em um domínio, podemos reconhecer vários ecossistemas e um bioma predominante. Por exemplo, no domínio do cerrado há o predomínio de bioma terrestre savânico (cerrado), mas aparecendo outros tipos de vegetação como a caatinga e as matas-galerias ou ciliares.


2) Os Biomas Brasileiros.

                Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Brasil encontra ecorregiões* e incontáveis ecossistemas, em virtude da dimensão continental e da grande variação geomorfológica e climática do país.
               São seis biomas terrestres e um envolvendo a região marítima (Zona Costeira ou Litorânea). Destaca-se, ainda, uma área de transição, a Mata dos Cocais.
               Os biomas abrangem vários ecossistemas, por isso, podemos classificar os biomas brasileiros em:







Um comentário: